Sem Esboços e Sem Rascunhos.

Sem Esboços e Sem Rascunhos.

Em momentos de inspiração viajo à lugares imagináveis,
Somente àqueles que sonham
Àqueles que ousam trazer seus sonhos à realidade

Ao lugar onde mentes brilhantes se encontram
Pra falar do que é efêmero, mas também do que é eterno
Tangível ou não, invisível ou não

De tudo o que parece surreal, e que por tantas se torna real
Às vezes em nosso plano, outras no imaginário
Pois quantas coisas foram imaginação e hoje são realidade

Dia desses me vi por aí, caminhando sem destino certo
Meu caminho nem sempre é incerto
Nas voltas que eu dou pelo deserto

Dia desses me vi por aí, caminhando sem rumo, a esmo
Sem querer me despi do meu eu, do meu ego
Me encontrei com meu Alter Ego

Que me disse verdades e me fez refletir
Sobre fatos de minha humilde existência
E o que fiz, realmente valeu? O que posso dizer?

Cada passo e degrau
Cada dia da minha vida
Cada momento da minha luta
Cada batalha da minha guerra
Pra viver e ver realizados meus sonhos, meus planos, realmente valeu

A cada dia uma nova página
Um novo capitulo da nossa história está sendo escrito
E essa obra não têm esboços
Porque a vida meu caro(minha cara)
Não permite rascunhos.

Por, Edward Gannen